Sinopse

Dos livros para as telas. E, agora, pela primeira vez, para os palcos. O ator, produtor, roteirista e diretor Silvio Guindane comprou os direitos da obra que inspirou “Perfume de Mulher”. Eternizado nos cinemas em 1992 por Al Pacino, o filme rendeu ao ator seu primeiro Oscar e o Globo de Ouro, pelo papel do sedutor e amargurado ex-militar que ficou cego em um acidente. A primeira adaptação mundial dessa história para o teatro terá direção de Walter Lima Jr e elenco formado por Gabriela Duarte, Silvio Guindane, Eduardo Melo e Saulo Rodrigues. Com produção da Turbilhão de Ideias, a peça “Perfume de Mulher” estreia no dia 3 de janeiro, no Teatro PetroRio das Artes, na Gávea, Rio de Janeiro.  

Mesclando paixão, sedução e emoção, o espetáculo conta a famosa história do tenente-coronel Fausto, que não vê mais sentido na vida desde que ficou cego e está se preparando para morrer. Mas, antes, ele resolve fazer uma viagem na companhia de seu cuidador Ciccio e acaba reencontrando Sara, o grande amor de sua vida, de quem covardemente desistiu depois do acidente que lhe tirou a visão. Fausto será interpretado por Guindane. Gabriela Duarte se prepara para viver a intensa Sara, que está há anos sem notícias de Fausto, enquanto Eduardo é o insistente Ciccio, jovem cuidador que se torna grande amigo do militar. Saulo Rodrigues completa o elenco no papel do Padre Fausto e da drag queen Marilyn Mazzoni. No espetáculo, a história se passa na Itália.  

Até conhecer Ciccio, o melhor amigo do solitário Fausto é sua garrafa de uísque. Quando os dois se encontram, a vida de ambos dá uma reviravolta. Surge uma amizade surpreendente, que resiste às diferenças de idades e rotina. O que sobra em um, falta no outro. O espetáculo aborda a relação entre o oficial do exército, o jovem que é contratado para acompanhá-lo numa viagem e Sara, uma linda mulher que o protagonista ama profundamente, mas prefere manter-se afastado desde que ficou cego. No primeiro contato, o velho militar expulsa o estudante, mas o garoto não desiste e, aos poucos, desvenda as amarguras e escolhas de Fausto.  

A temporada carioca vai até 24 de fevereiro. Na sequência, “Perfume de Mulher” segue para turnê pelo país, de março a junho: São Paulo, Campinas, São José do Rio Preto, Porto Alegre, Vitória e Fortaleza. Em setembro, estreia em Portugal.     
Sinopse:

Fausto entregou-se à solidão depois de ter ficado cego num acidente, enquanto estava no exército. Ele vive isolado, num quarto escuro na casa da tia. Com viagem marcada para passar um final de semana em outra cidade, ela resolve colocar um anúncio no jornal para contratar alguém que tome conta do sobrinho durante sua ausência. O jovem Ciccio é o único candidato que aparece para a vaga. Depois de um estranhamento inicial, o militar tenta expulsar o menino. Ciccio, porém, decide ficar.  
A partir de então, ele descobre os planos de Fausto para os próximos dias: viajar para Gênova, Roma e Nápoles. Seu desejo é o de vivenciar momentos inesquecíveis, uma grande celebração antes de por fim à sua vida. No roteiro, viagem de trem, hospedagem em um hotel luxuoso, passeio de Ferrari, uma noite com uma prostituta, sempre degustando as melhores bebidas. Dias e noites de intenso prazer antes do seu “grand finale”. Fausto, no entanto, não esperava reencontrar Sara (seu grande amor), e nem contava com a sabedoria de Ciccio, fatos que promovem uma grande reviravolta em seus planos.  ELENCO – PERSONAGENS Gabriela Duarte - Sara Silvio Guindane - Fausto Eduardo Melo – Ciccio Saulo Rodrigues - Padre Fausto e a drag queen Marilyn Mazzoni MAIS INFORMAÇÕES Walter Lima Jr. (direção) Walter Lima Jr. nasceu em Niterói, Rio de Janeiro, em 26 de novembro de 1938. Em 1965, faz seu primeiro longa-metragem, “Menino de Engenho”, adaptação do romance de José Lins do Rego. Faz em seguida “Brasil Ano 2000” (1968), que recebe o Urso de Prata do Festival de Berlim e Concha de Ouro no Festival de Cartagena. Na sequência, filma “Na Boca da Noite” (1970) e, entre 1973 e 1978, dirige documentários para a televisão, como “Os Índios Kanela” (1974). Em 1977, lança “A Lira do Delírio”, prêmio de melhor filme no Festival de Brasília. Faz em seguida dois trabalhos originalmente destinados à televisão que tiveram versões para cinema: “Joana Angélica” (1979) e “Chico Rei”, série de oito episódios para a televisão alemã com versão reduzida para o cinema finalizada em 1985. Em 1983, filma “Inocência”, prêmio de direção em Brasília e prêmio Coral no Festival de Havana; em seguida, “Ele, o Boto” (1986). Nos anos 1990 dirige, sob encomenda de um produtor americano, “O Monge e a Filha do Carrasco” (1995) e pouco depois faz “A Ostra e o Vento” (1997), baseado no livro de Moacir C. Lopes, selecionado para a competição do Festival de Veneza. Para a televisão faz também minisséries, como “Capitães da Areia” e “Dossiê Chatô”, além de um telefilme, “Meu Filho Teu” (2001). Em 2005, filma o longa- metragem de ficção “Os Desafinados”, que estreia em 2008. Na direção teatral, assinou as seguintes montagens: “Répétition”, de Flávio de Souza (2013), A Propósito de Senhorita Julia (2012), “A Confissão”, de Stephen Belber (2011), “Dois na Gangorra”, de William Gibson (2003), “Comendo Entre as Refeições”, de Donald Margulies (2006), “Hedda Gabler”, de Henrik Ibsen (2007), e “Fica Comigo esta Noite”, de Flávio de Souza (2006). Gabriela Duarte (Sara) Atriz de prestígio internacional, ganhou ampla visibilidade em 1997 na telenovela “Por Amor”, onde interpretou Maria Eduarda. Na minissérie “Chiquinha Gonzaga”, em 1999, interpretou a compositora quando jovem e sua mãe, Regina Duarte, representou a mesma personagem na maturidade. Em 2007, atua em “Sete Pecados”, com a personagem Miriam, uma diretora de escola pública que luta contra os preconceitos raciais e sociais e crê na melhoria do ensino público Além de diversos trabalhos na TV Globo, Gabriela esteve na peça teatral Ninguém Ama Ninguém... e Por Mais De Dois Anos como Elvira. No cinema com a comédia “Mato sem Cachorro”. Em 2018, Gabriela destaca-se na novela “Orgulho e Paixão”, interpretando a vilã Julieta, que é conhecida como a Rainha do Café. Silvio Guindane (Fausto) Atuou em filmes desde os 11 anos de idade, tendo feito sua estreia em “Como nascem os Anjos”, de Murilo Salles, em 1996 que lhe rendeu vários prêmios, dentre eles um Kikito no festival de Gramado e um Candango no Festival de Brasília. Silvio se tornou dos atores mais presentes no cinema Brasileiro, trabalhando com cineastas como Cacá Diegues (em “Orfeu”, “O Maior Amor do mundo” e “Cinco vezes Favela”), Ricardo Elias (“De passagem”), Sergio Bianchi (“Quanto Vale ou é por quilo”, Jogo das decapitações), Sandra Werneck (“Sonhos Roubados”) dentre outros. Participou de novelas nas emissoras Globo e Record, totalizando em sua carreira mais de 20 trabalhos na TV. Eduardo Melo (Ciccio) Eduardo Melo, 21 anos. Ator desde os cinco anos de idade. Começou fazendo muitas publicidades, até seu primeiro curta “Café com Leite”, premiado em Berlim. Atuou em seis novelas, sendo quatro delas na rede Globo e duas na rede Record. No total, já realizou nove filmes, dentre eles “De Pernas pro Ar 3” previsto pra estrear em dezembro com Ingrid Guimarães e Bruno Garcia e também um filme americano chamado “Sergio” previsto pra 2019, no papel do filho de Wagner Moura. Além dos filmes, o ator participou de quatro series, dentre elas “Sem Volta” e “Os Homens São de Marte e é pra lá que eu vou”. Além das telas, o ator já realizou oito peças de teatro, a ultima foi dirigida por Marcelo Serrado, chamada “Eles só queriam se apaixonar”.  Saulo Rodrigues (Padre Fausto e drag queen Marilyn Mazzoni) Saulo Rodrigues é ator integrante da Cia Os Dezequilibrados desde 2000. Além dos trabalhos com a Cia, seus principais espetáculos foram: "Chacrinha, o musical", "Ou Tudo ou Nada" e "Oportunidade Rara". No cinema, integrou o elenco principal dos longas "Apaixonados", "Tropa de Elite", "Minha Mãe É Uma Peça" e "Até Que A Sorte Nos Separe". Participou da websérie "Refém" do Porta dos Fundos e integrou o elenco principal da série "Se Eu Fosse Você", na Fox, entre 2013 e 2015. Na televisão, atuou em mais de 15 novelas ao longo da carreira. Entre elas, "Liberdade Liberdade" e "Em Família", ambas da Rede Globo, e "O Rico e Lázaro", mais recentemente na TV Record. Sobre a Turbilhão de Ideias (Produtora) A Turbilhão de Ideias atua desde 2008 na concepção, execução e circulação de seus projetos por todo o Brasil, promovendo arte e cultura através de espetáculos de circulação nacional, publicações, workshops e conteúdo audiovisual. Suas produções são sucesso de público e crítica, reconhecidas por indicações e prêmios conquistados, dentre os quais: Prêmio APTR de melhor produção, Prêmio APCA de melhor texto, Prêmio Arte Qualidade Brasil, por melhor direção, Prêmio Guia da Folha, melhor musical do ano (voto popular), Prêmio FITA de melhor espetáculo, Prêmio Shell (indicação), 6 indicações ao Prêmio Zilka Sallaberry, Prêmio Reverência de melhor musical (indicação) e 4 indicações ao prêmio Bibi Ferreira, o mais importante na categoria Teatro Musical. A Turbilhão de Ideias realiza projetos para todas as idades em vários segmentos do mercado de entretenimento. Lançou o espetáculo “Cássia Eller – o musical”, e “Rio mais Brasil, o nosso musical”. Há 09 anos, produz o espetáculo “A História de Nós 2”, o qual já circulou por mais de 25 cidades do país.
No audiovisual, produziu o making-of “Cassia Eller o musical”, que revela os bastidores da realização do projeto que circulou por todas as capitais do país. Atual- mente, realiza a pré-produção do documentário “Duas Gazas”, e “A História de Nós 2 - o filme”. Ao longo de 10 anos, nossas produções já alcançaram um público superior a 2 milhões de espectadores, em todos os estados do país. Nossa equipe se aperfeiçoa constantemente para transformar diversão em arte. Criamos, a cada projeto, um turbilhão de ideias para que nossa inspiração resulte em verdadeiros espetáculos.

FICHA TÉCNICA 


Baseado na obra de Ruggero Maccari e Dino Risi
Dramaturgia: Pedro Brício Silvio Guindane e Walter Lima Jr.
Direção artística: Walter Lima Jr.
Elenco: Silvio Guindane, Gabriela Duarte, Eduardo Melo e Saulo Rodrigues
Direção de Produção: Gustavo Nunes
Projeção videográfica: Dado Marietti
Iluminação: Daniel Galván
Direção de Arte e cenografia: José Dias
Cenótécnico: Anderson Dias
Figurino: Cássio Brasil
Fotos: Jairo Goldflus / Dalton Valério
Designer: Márcio Oliveira
Designer / manutenção: Julliana Costa
Prestação de contas: Helber Santa Rita
Assistente de direção: Isabel Guerón
Produção Executiva: Valéria Alves e Luiz Claudio Gomes
Idealização: Silvio Guindane
Produtores Associados: Gustavo Nunes e Silvio Guindane
Produção: Vira Lata Produções e Turbilhão de Ideias Entretenimento  
Patrocínio: Renner, FURNAS
Copatrocínio: PetroRio
Apoio: Carolina Herrera

Programação

03 de janeiro a 24 de fevereiro
quinta feira as 21h - R$ 80,00
sexta feira as 21h - R$ 90,00
sábado as 21h - R$ 90,00
domingo as 20h - R$ 90,00
classificação etária: 14 anos

Contato Bilheteria tel.: 21 2540-6004 - Segunda a Domingo das 15:00 às 20:00 - Após às 20:00 apenas para peças do dia.
Shopping da Gávea - Loja 264 - 2º Piso | Rua Marquês de São Vicente 52 - Gávea | Cep 22.451-901 - Rio de Janeiro - RJ
Diretoria

rosali@teatrali.com.br

Administração

beatriz@teatrali.com.br

adminstrativo@teatrali.com.br

financeiro@teatrali.com.br

Mensagem à Gerência

gerencia@teatrodasartes.com.br

Assuntos sobre pauta

pauta@teatrodasartes.com.br

Ouvidoria

ouvidoria@teatrali.com.br